O que é feito de Ariane Koizumi?

Há algumas semanas aproveitei a oportunidade de adquirir, numa daquelas promoções de jornais que os “oferecem” a preços irrisórios, o DVD de Year of the Dragon  (1985), o primeiro filme realizado por Michael Cimino após o épico flop que foi Heaven’s Gate (1980). A verdade é que eu até já o tinha em casa em VHS – foi um dos primeiros filmes que os meus pais gravaram assim que se deram ao luxo de comprar um videogravador – mas foi com prazer que o revi numa versão restaurada, de muito melhor qualidade. Trata-se de um thriller em geral algo subestimado, entre críticas a um suposto estereótipo negativo da comunidade chinesa nos EUA e a lapsos estruturais como o do final abrupto e apressado. Apesar disso, considero que envelheceu satisfariamente e ainda se vê muito bem. Aliás, prefiro-o claramente à maioria dos títulos actuais do mesmo género, que usam e abusam do fogo-de-artifício visual e de enredos rebuscados. E sempre se pode apreciar o trabalho de Mickey Rourke quando este era uma estrela de primeira grandeza em Hollywood e ainda não se parecia com a Lili Caneças.

Pude também lembrar-me do quão bela era Ariane Koizumi, na altura célebre por ser a primeira top model asiática. Apesar das evidentes limitações interpretativas – ao que parece fez sensação nos Razzies – é inegável que o look exótico (é de ascendência nipónica e holandesa) desta californiana de nascença não deixava ninguém indiferente. Uma rápida consulta ao seu perfil no IMDb mostra-nos que a sua carreira no cinema foi tudo menos fulgurante, destacando-se apenas por uma curta aparição em The King of New York (1990) de Abel Ferrara, em que fazia de… Ariane, e pelo protagonismo num filme obscuro de 1993 chamado Skin Art.

A poucos dias de podermos ver Jamie Chung rebentar (literalmente) em Sucker Punch, é justo lembrarmo-nos de Ariane, afinal uma pioneira na sui generis linha de beleza asiática em Hollywood que já nos deu Tia Carrere, Kelly Hu, Lucy Liu, Grace Park ou Maggie Q.

About these ads
Esta entrada foi publicada em Filmes dos anos 80, Pessoas com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s